Entender o silêncio... a princípio este trabalho buscou associar duas formas de autonomias. A primeira versa sobre a autonomia pessoal da escuta, encontrada em diferentes culturas ditas “rústicas”, em que momentos de silêncio são fundamentais para a compreensão de modos de vida com intensa conexão com os ciclos naturais. A segunda incorpora a autonomia de um estúdio “eco-rústico”, de gravação musical ao ar livre, utilizando o silêncio como uma das ferramentas de acústica de formações rochosas de grande amplificação, efeito e retorno.
Leia mais...
Apoios: